quinta-feira, 21 de maio de 2009

O EGOÍSMO E SOBREVIVÊNCIA HUMANA

O egoísmo é a forma mais simplista do ser humano de olhar o mundo. O homem que vive para si é pura ganância, e não respeita ninguém. O objeto de desejo do egoísta é o prazer de se sentir melhor que os outros. E ele só pode tudo quando encontra pessoas que pensam da mesma maneira, ou seja, os coniventes.

Sempre oriento todos os dias, que esse “vírus” jamais se apodere de mim. Não sou o dono da verdade, mas ela me rege e me domina. As vezes sou egoísta por pedir um mundo melhor e menos egoísta, onde pessoas que tem 100 (cem) pares de sapato possam doar 1 (um) para aquelas que não tem nenhum, mesmo porque só podemos usar um por cada vez. E assim que vejo a briga teórica entre capital e trabalho, onde existe um puro egoísmo pela sobrevivência de ambos.

Não podemos separar o empresário do trabalhador, que me desculpe Karl Marx, pois um precisa do outro, e na própria natureza (animais e vegetais) encontramos vários exemplos de convivência em comum. Temos é que distinguir o mais ganancioso para o menos ganancioso, uns interpretam como a eterna briga entre o bem e o mal. Pessoas que só pensam em si, já que é assim, por que elas não vivem isoladas, pois precisam daquelas que são altruístas para desenvolverem seu egoísmo. Portanto, lutem!, lutem!, lutem! e lutem! ... sem parar.

"A verdadeira sabedoria consiste em saber como aumentar o bem estar do mundo." - Benjamin Franklin –(E.U.A) entre outras coisas foi também economista.

“O economista quando acerta uma previsão é sorte, quando erra é incompetência.” - Marco Antonio de Araujo - Economista e Livre Pensador

Nenhum comentário:

Postar um comentário